Exposição individual de Cruzeiro Seixas chega a Londres

CS84_CruzeiroSeixas_Gr

A primeira grande exposição individual da obra de Cruzeiro Seixas é apresentada numa das maiores feiras de arte moderna e contemporânea a nível internacional: a Frieze Masters. Apresentada pela Perve Galeria, a exposição encerra o Ciclo de Celebração de Cruzeiro Seixas, que teve início em setembro do ano passado, em Lisboa. O evento decorre de 13 a 17 de outubro, no The Regent’s Park, em Londres.

A feira arranca a 13 de outubro com a exposição da obra do mestre surrealista, patente na secção Spotlight, com curadoria de Laura Hoptman. Do espólio, fazem parte poemas, cartas, desenhos e pinturas. Com curadoria do diretor artístico da Perve Galeria, Carlos Cabral Nunes, a exposição irá cobrir cinquenta anos de produção (de 1940 a 1980). Ao longo destas cinco décadas, o mestre surrealista inovou e renovou a sua arte, destacando os doze anos que viveu em África, antes de retornar a Portugal, aquando da Guerra Colonial. “Cruzeiro Seixas não é só um artista português, é um extraordinário artista internacional. A obra dele transcende a nossa própria condição de país periférico. Ele é o artista português na história que mais obra realizou, com uma linguagem própria, muito multifacetada e surpreendente”, refere Carlos Cabral Nunes, em declarações à Lusa.

©Perve Galeria

A Perve Galeria, sediada em Alfama, será a única galeria portuguesa a marcar presença na feira, integrando uma seleção de 130 galerias internacionais. Este é mais um passo no trabalho da Galeria, ao eternizar a vida e obra de Cruzeiro Seixas, considerando-o “um dos mais destacados mestres da história da arte portuguesa”.

Até ao dia 22 de outubro, é ainda possível visitar a última exposição do Ciclo de Celebração do Centenário de Cruzeiro Seixas no Espaço Atmosfera m, no Porto.